REME - Revista Mineira de Enfermagem

ISSN (on-line): 2316-9389
ISSN (Versão Impressa): 1415-2762

QUALIS/CAPES: B1
Periodicidade Continuada

Enfermagem UFMG

Busca Avançada

História

 

A criação da REME - Revista Mineira de Enfermagem - se deu por iniciativa dos docentes e coordenadores do Programa de Desenvolvimento da Enfermagem (PRODEN), sediado na Escola de Enfermagem (EE) da Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG, apoiado pela W. K. Kellogg Foundation. A iniciativa respondeu a uma das estratégias da Rede de Escolas de Enfermagem do estado de Minas Gerais, com os objetivos de viabilizar e incentivar o intercâmbio e a divulgação do conhecimento em Enfermagem. Também participaram da iniciativa as escolas de Enfermagem das instituições: Unimontes/Montes Claros, EFOA/Alfenas, UFMT/Uberaba, FAFEID/Diamantina, UFJF/Juiz de Fora,  UNIVAS/Pouso Alegre, UNILESTE-ICMG/Coronel Fabriciano,  FESP/Passos e a EEWB/Itajubá.

O primeiro número da REME, v. 1, n. 1, foi publicado em dezembro de 1997, com periodicidade semestral. Em 2003, a publicação passou por um processo de reestruturação e a partir do v. 8, de 2004, adotou periodicidade trimestral, praticamente dobrando o número de artigos publicados por ano.

A partir de 2013, v. 17, em consonância com as tendências das publicações eletrônicas, passou a ser uma publicação online, com acesso aberto, bilíngue (português e inglês), em site próprio e automatizando todas as atividades de gestão dos fluxos de submissão e produção editorial. Também nessa ocasião, com o rompimento dos contratos com as instituições partícipes, a REME tornou-se uma publicação exclusiva da ESCOLA DE ENFERMAGEM DA UFMG, que assumiu a sua operacionalidade e responsabilidade editorial.
A partir de 2016, v. 20, adotou a periodicidade continuada, em que os manuscritos são publicados tão logo sejam aprovados, promovendo celeridade no processo da comunicação científica.

A partir de 2019, v. 23, em atendimento às demandas da "Open Science", adotou as ações prioritárias definidas para o alinhamento com a ciência aberta para o período de 2019 a 2023: transparência e abertura da avaliação por pares; adoção do "Preprint" (aceite de manuscritos previamente depositados em repositórios de Preprint, com revisão por pares, aberta); utilização do registro ORCID para identificação dos autores; indicação das contribuições dos autores; preservação digital; marketing e redes sociais, entre outros.

 

Logo REME

Logo CC BY
Todo o conteúdo da revista
está licenciado pela Creative
Commons Licence CC BY 4.0

GN1 - Sistemas e Publicações