REME - Revista Mineira de Enfermagem

ISSN (on-line): 2316-9389
ISSN (Versão Impressa): 1415-2762

QUALIS/CAPES: B1
Periodicidade Continuada

Enfermagem UFMG

Busca Avançada

Volume: 16.2

 

 

Editorial

1 - Telenfermagem - Recurso para assistência e educação em enfermagem

Eliane Marina Palhares Guimarães; Solange Cervinho Bicalho Godoy

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):157-158, Abr/Jun, 2012

Pesquisa

2 - Estado nutricional e consumo alimentar de pacientes portadoras de síndrome de ovários policísticos

Nutritional status and food consumption of patients with of Polycystic Ovary Syndrome

Cláudia Fernanda dos Santos Calixto; Thaís de Mérici Domingues e Paula; Ana Lúcia Cândido; Ana Maria dos Santos Rodrigues; Luana Caroline dos Santos; Adaliene Versiani Matos Ferreira

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):159-165, Abr/Jun, 2012

O objetivo com esta pesquisa foi caracterizar o estado nutricional e o consumo alimentar de pacientes com síndrome de ovários policísticos (SOPC). Trata-se de estudo transversal realizado com portadoras de SOPC atendidas pela Equipe de Nutrição em serviço de atenção secundária à saúde. Foram obtidas informações sociodemográficas e perfil de saúde, medidas antropométricas, dados bioquímicos e do consumo alimentar. Participaram do estudo 54 mulheres, com média de 31,31± 5,76 anos, sendo 63% classificadas com algum grau de obesidade, 74,1% com risco cardiovascular segundo a razão cintura-quadril e 90,8% com circunferência de cintura aumentada. Houve correlação positiva entre a resistência insulina, mensurada pelo índice HOMA-IR, e índice de massa corporal (r=0,729; p=0,028). Além disso, houve elevada prevalência de consumo insuficiente de calorias (73,6%), carboidratos (54,7%) e micronutrientes (cálcio - 96,2%; ferro - 98,1%), contrastando com 71,7% de ingestão excessiva de lipídeos. Não houve associação entre estado nutricional, parâmetros bioquímicos e consumo alimentar (p>0,05). Concluiu-se que pacientes diagnosticadas com SOPC apresentam alta prevalência de obesidade e inadequações nutricionais, denotando importância de medidas de intervenção nutricional como parte do tratamento não farmacológico.

Palavras-chave Síndrome de Ovários Policísticos; Resistência à Insulina; Estado Nutricional; Consumo de Alimentos

The present study aims at characterizing the nutritional status and food intake of patients with Polycystic Ovary Syndrome (PCOS). It is a cross-sectional study performed in patients with PCOStreated in secondary health care service by nutrition specialists.socio-demographic information, health profile, anthropometric measurements, biochemical and food intake data were obtained. The study included 54 women with an average age of 31.31 ±5.76 years: 63% were classified as obese at different levels; 74.1% presented cardiovascular risk according to waist-hip ratio, and 90.8% an increased waist circumference. Correlations between insulin resistance, measured by HOMA-IR index, and body mass index (r = 0.729, p = 0.028) were observed. Evaluation of nutritional intake revealed an insufficient amount of calories (73.6%), carbohydrates (54.7%), and micronutrients (calcium, 96.2%; iron, 98.1%). However 71.7% presented an excessive intake of lipids.There was no association between nutritional status, biochemical parameters and food intake (p> 0.05). PCOS patients present a high prevalence of obesity and nutritional inadequacies. Therefore, nutritional intervention strategies constitute important tools as a non-pharmacological treatment.

Keywords Polycystic Ovary Syndrome; Insulin Resistance; Nutritional Status; Food Consumption

3 - Ocorrência de úlcera por pressão em pacientes internados em um hospital público de Fortaleza-CE

The occurrence of pressure ulcer in patients admitted to a public hospital in Fortaleza-CE

Lídia Samara de Castro Sanders; Francisco José Maia Pinto

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):166-170, Abr/Jun, 2012

Com este estudo, objetivou-se investigar a ocorrência de úlcera por pressão (UP) em pacientes internados em um hospital público, referência em trauma de Fortaleza-CE. Trata-se de estudo transversal, documental e analítico de natureza quantitativa, realizado no período de 1º a 31 de agosto de 2010, após aprovação pela Comissão de Regulação e Normas Éticas da instituição. Para análise estatística, foi utilizado o teste de qui-quadrado de Pearson, sendo considerado significante o valor de p<0,05. Dos 75 pacientes avaliados, 27 apresentaram UP, resultando numa ocorrência de UP de 36%. A amostra estudada caracterizou-se por um perfil com predomínio de pacientes idosos - 15 (55,5%); do sexo masculino - 16 (59%); 18 (66,7%) foram internados na unidade 16; 20 (74,1%) tiveram como causa de internação patologias referentes ao trauma; 31 (67,4%) eram portadores de úlceras por pressão classificadas como estágio II, com destaque para a região sacral com 18 pacientes (66,7%). Dentre os fatores de risco identificados neste estudo, destacam-se a idade avançada (a partir de 60 anos) e o longo período de internação (a partir de 16 dias). Encontrou-se uma associação altamente significativa (p<0,001) entre o tempo de internação e a presença de UP. Esses resultados demonstraram risco elevado de desenvolver UP na população, sendo, portanto, primordial o investimento na prevenção e atuação multidisciplinar para a redução desse agravo e melhorar a qualidade do cuidado prestado aos pacientes com esse tipo de lesão.

Palavras-chave Úlcera por Pressão; Fatores de Risco; Hospitalização; Enfermagem

This study aimed at investigating the occurrence of pressure ulcer in patients admitted to a public tertiary referral centre for trauma in Fortaleza. It is a cross-sectional, quantitative, documentary, and analytical study carried out from 01 to 31 August 2010. The study was approved by the institution's Regulations and Ethical Standards Committee. Statistical analysis was performed using Pearson's chi-square test. P-value p<0.05 was considered statistically significant. Of the 75 patients studied, 27, that is, 36% of the patients presented pressure ulcer. The sample profile was characterized by the predominance of elderly patients in which 15 (55.5%) were male and 16 (59%) were female patients; 18 (66.7%) were admitted to the unit 16th; 20 (74.1%) died because of pathologies related to trauma; 31 (67.4%) patients presented stage II pressure ulcers, 18 patients (66.7%) in the sacral region. An advanced age (over 60 years old) and a long hospitalization period (from 16 days) are among the risk factors identified in this study. A highly significant association (p <0.001) between the hospitalization period and the presence of pressure ulcer was observed. These results demonstrated the risk of developing pressure ulcers is high; therefore, investment in prevention as well as a multidisciplinary approach aiming at reducing the condition and improving the quality of care provided to patients with pressure ulcers is essential.

Keywords Pressure Ulcer; Risk Factors; Hospitalization; Nursing

4 - Perfil das gestantes atendidas no serviço de pré-natal das unidades básicas de saúde de Fortaleza-CE

Profile of pregnant women attending the prenatal service of the basic units of health of Fortaleza-CE

Catharina Rocha Peixoto; Thais Marques Lima; Camila Chaves da Costa; Lydia Vieira Freitas; Amanda Souza de Oliveira; Ana Kelve de Castro Damasceno

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):171-177, Abr/Jun, 2012

Objetivou-se com esta pesquisa caracterizar as gestantes usuárias do serviço de pré-natal nos Centros de Saúde da Família (CSFs) da cidade de Fortaleza. Trata-se de um estudo descritivo, transversal e quantitativo, o qual foi realizado em seis CSFs no período de agosto a outubro de 2009, tendo como população 310 gestantes. As gestantes, em sua maioria, tinha entre 20 e 34 anos (67,5%); possuíam renda de até um salário mínimo (90,9%); vivenciaram a menarca entre 9 e 13 anos (71,6%); iniciou a vida sexual entre 11 e 19 anos (88,4%); teve de 2 a 5 parceiros sexuais (54,6%); negaram a realização de tratamento prévio para IST (66,1%); e não realizaram o exame preventivo durante a gestação (82,9%). Encontrou-se relação estatística significante entre a idade da menarca e a idade da sexarca, bem como entre o número de parceiros sexuais e a sua idade. Concluiu-se que as gestantes possuem peculiaridades que devem ser destacadas no momento das consultas de pré-natal. Com base no conhecimento do perfil dessas gestantes, os profissionais de saúde podem repensar as ações direcionadas para essa população-alvo, em especial na realização de atividades educativas que auxiliem o desenvolvimento de uma gestação saudável.

Palavras-chave Cuidado Pré-Natal; Gravidez; Enfermagem

This study aimed at characterizing pregnantwomentreated at the antenatal care service of the Family Health Care Centre (in Portuguese, CSF) in the city of Fortaleza. This is a descriptive, cross-sectional and quantitative study carried out in six CSFs, from August to October 2009, with 310 pregnant women. The results revealed that 67.5%, were aged between 20 to 34 years; 90.9% had a monthly income up to one minimum wage; 71.6% experienced menarche between the ages of 9 to 13; 88.4% had had their first sexual intercourse between the ages of 11 and 19; 54.6% had between 2 to 5 sexual partners; 66.1% were not previously treated for STIs; and 82.9% had not had a screening test performed during pregnancy. Astatistically significant relationship between timing of menarche and the first sexual intercourse and between the number of sexual partners and age was observed. In conclusion pregnant women have peculiarities that should be taken into account at antenatal consultations. Information on these women's profile could aid health professionals to rethink actions directed to this target population, particularly in educational activities to maintain a healthy pregnancy.

Keywords Antenatal Care; Pregnancy; Nursing

5 - Desafios da política, da gestão e da assistência para a promoção da saúde no cotidiano dos serviços

Management, assistance and policy challenges for health promotion in the daily practices

Kênia Lara Silva; Roseni Rosângela de Sena; Clarissa Terenzi Seixas; Maria Elizabeth Oliveira Silva; Laís Aparecida Melo Freire

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):178-187, Abr/Jun, 2012

Neste estudo, são analisadas as políticas públicas de promoção da saúde e sua repercussão na gestão distrital e local, com foco nas ações de promoção da saúde no cotidiano das práticas na rede básica de saúde. Este estudo caracteriza-se como descritivo-exploratório de abordagem qualitativa, realizado nos municípios de Belo Horizonte e Contagem-MG. Para a coleta dos dados, foram utilizadas a análise documentale entrevistas com gestores, profissionais da atenção básica e usuários e acompanhamento de práticas bem-sucedidas de promoção da saúde, reconhecidas e indicadas pelos profissionais nos serviços nos quais atuam. Os resultados revelam que, no cotidiano dos serviços, as iniciativas de promoção da saúde são incipientes e se sustentam em concepções que a aproximam da visão de negação da doença. É significativa a distância entre a definição das políticas e a intencionalidade dos gestores de saúde no que se refere à promoção da saúde e às práticas cotidianas de gestão, assistência, participação e controle social dos serviços. A articulação intersetorial, condição para a promoção da saúde, é incipiente e representa um desafio. Conclui-se que a promoção da saúde constitui uma agenda com descontinuidades Daí a necessidade de ações estratégicas intersetoriais para sua efetivação, por meio das articulações que se estabelecem na política, na gestão e nas práticas profissionais.

Palavras-chave Promoção da Saúde; Sistema Único de Saúde; Gestão em Saúde; Políticas Públicas de Saúde

This study aims at analyzing health promotion policies and their impact on local and district management. It focuses on the daily actions in health promotion in primary healthcare centers. It is a descriptive and exploratory study with a qualitative approach carried out in the municipalities of Belo Horizonte and Contagem, Minas Gerais. Data collection tools included document review and interviews with managers, primary healthcare professionals and users, as well as the following up of health promotion practices recommended by the professionals. Results demonstrate that initiatives for health promotion are incipient and based on conceptions that associate it with the denial of illness. There is a significant gap between definition of policies and the health managers' intentions with regards to health promotion, management practices, care, social participation and services control. Although it is an essential condition for health promotion, intersectional articulation is still incipient and represents a challenge. To conclude, health promotion remains a discontinuous agenda. Strategic intersectional actions that articulate policies, management and professional practices are essential for its implementation.

Keywords Health Promotion, Unified Health System, Health Management, Health policy

6 - Análise dos registros de enfermagem em prontuários de pacientes em um Hospital de Ensino

Analysis of nursing notes on patients' medical records in a Teaching Hospital

Luana Nayara Maia Barral; Laís Helena Ramos; Maria Aparecida Vieira; Orlene Veloso Dias; Luís Paulo Souza e Souza

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):188-193, Abr/Jun, 2012

O objetivo com esta pesquisa foi avaliar os registros efetuados pela equipe de enfermagem referentes à admissão de pacientes internados na clínica médica de um Hospital de Ensino. Trata-se de estudo quantitativo, descritivo e documental, realizado na clínica médica de um Hospital de ensino, em Montes Claros-Mg, no período de janeiro a dezembro de 2008. A coleta foi realizada em 253 prontuários pela amostragem probabilística, tendo como instrumento roteiro construído com referenciais teóricos e legislação vigente. Os registros encontravam-se em conformidade com normas do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais: possuíam data (96,8%); hora (90,5%); letra legível (87,4%); identificação profissional completa (76,3%); ausência de espaço em branco (94,1%); ausência de comentário e rasuras (98%); informações não relacionadas ao cliente (0,4%); correções adequadas quanto a erros ortográficos (86,2%) e abreviaturas não padronizadas (5,1%). Foram observadas inadequações nos históricos de enfermagem/exame físicos, comprometendo a funcionalidade do registro como instrumento de comunicação. Espera-se, com este estudo, propiciar novas estratégias relativas à educação, monitoramento e avaliação sistematizada dos registros para melhoria da assistência.

Palavras-chave Registros de Enfermagem; Prontuários; Equipe de Enfermagem

This study aims at assessing nursing notes on patients' admission at the clinic of a Teaching Hospital in Montes Claros, State of Minas Gerais. It is a quantitative, descriptive and documentary study carried out from January to December 2008. Data collection was conducted in 253 medical records through probability sampling guided by theoretical references and the current legislation. Theanalyzed notes were in accordance with the standards of the Regional Nursing Council of Minas Gerais. The records conveyed date (96.8%), time (90.5%), in a legible handwriting (87.4%), a full professional identification (76.3%). There was absence of blank spaces (94.1%), comments or erasures (98%), and information unrelated to the client (0.4%). Misspellings were adequately corrected (86.2%) as well as nonstandard abbreviations (5.1%). There were gaps in the nursing notes and/or physical examination records that could jeopardize the medical record functioning as a communication tool. The present study is expected to provide new strategies on education, monitoring and the records systematized assessment to improve care.

Keywords Medical Records; Nursing Notes; Nursing Staff

7 - Sintomas depressivos em gestantes abrigadas em uma maternidade social

Depression symptoms among pregnant women cared for in a maternity shelter

Marcella Murata; Marlise de Oliveira Pimentel Lima; Isabel Cristina Bonadio; Maria Alice Tsunechiro

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):194-200, Abr/Jun, 2012

A presença de sintomas depressivos na gestação tem importantes efeitos na saúde materna, fetal e na criança. Objetivou-se com esta pesquisa identificar a prevalência de sintomas depressivos em gestantes abrigadas em uma maternidade social e verificar as variáveis sociodemográficas, obstétricas e psicossociais associadas. Trata-se de estudo transversal com 75 gestantes maiores abrigadas em uma maternidade social da cidade de São Paulo, entre outubro de 2009 e agosto de 2010. A prevalência de sintoma depressivo foi avaliada pela Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) considerando a pontuação 10 a 12 sintomas menores e 13 sintomas maiores. A confiabilidade desse instrumento foi verificada pelo Alpha de Cronbach. Foram usados os testes de correlação de Pearson e de Spearman para verificar os fatores que influenciam a presença de sintomas depressivos. As gestantes apresentaram as seguintes características: - média da idade 25,1 anos; 52% não caucasiana; escolaridade 8,5 anos; religião 41,4% católicas; 73,3% sofreram violência física; 62,7% violência emocional; 58,7% fumantes; 46,7% usavam bebida alcoólica eventual; 57,3% três ou mais filhos; 74,7% duas ou mais queixas obstétricas, mediana da idade gestacional 25 semanas; 86,7% aceitaram a gestação. Apenas 25,3% de gestantes não apresentaram sintomas depressivos; 12,0% apresentaram sintomas menores e 62,7% sintomas maiores. A idade gestacional foi a única variável que apresentou associação estatística significante com sintomas depressivos. A alta prevalência de gestantes com sintomas depressivos evidencia a necessidade de atenção à saúde mental desde o início da gestação, sobretudo, para prevenção da depressão pós-parto.

Palavras-chave Depressão; Gestantes; Saúde Mental; Assistência Social

The occurrence of depression symptoms during pregnancy presents significant effects on maternal, fetal, and infant health. This study aims at identifying the prevalence of depression symptoms in pregnant women cared for in a maternity shelter as well at verifying the socio-demographic, obstetric and psychosocial factors associated with it. It is a cross-sectional study with 75 women over 18 years old sheltered in a maternity hospital at Sao Paulo. Data was collected between October 2009 and August 2010. The prevalence of depression symptoms was assessed by the Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) considering the score 10 to 12 for minor symptoms and 13 for major ones. Reliability was calculated by Cronbach's Alpha. Pearson's and Spearman's correlation test were used to identify factors that influence the presence of depression symptoms. The pregnant women presented the following characteristics: the average age was 25.1 years; 52% were non-Caucasian; an average of 8.5 years of schooling, 41.4% were Catholic; 73.3% experienced physical violence and 62.7% emotional abuse; 58.7% were smokers; 46.7% used alcoholic beverages occasionally; 57.3% had three or more children; 74.7% reported two or more obstetric complaints; median gestational age was 25 weeks; 86 7% accepted the pregnancy. Only 25.3% of the pregnant women did not present depression symptoms; 12.0% presented minor symptoms and 62.7% major symptoms. The gestational age was the only variable that indicated a statistically significant association with depressive symptoms. In conclusion, the high prevalence of pregnant women with depression symptoms highlights the need for mental health care from the beginning of pregnancy for the prevention of postpartum depression.

Keywords Depression; Pregnant Women; Mental Health; Social Work

8 - Fatores que predispõem à distração da equipe de enfermagem durante o preparo e a administração de medicamentos

Factors that predispose to the distraction of the team of nursing during the preparation and the administration of medicines

Natália Romana Ferreira Lemos; Vagnára Ribeiro da Silva; Maria Regina Martinez

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):201-207, Abr/Jun, 2012

Nesta pesquisa, propôs-se testar a hipótese de que a distração, durante o preparo e a administração de medicamentos, pode conduzir ao erro. No Centro de Terapia Intensiva (CTI) de um hospital filantrópico foram realizadas observações não participantes e diretas das atividades do processo medicamentoso desempenhadas pela equipe de enfermagem em todos os plantões. No período de observação, foram administrados 136 fármacos, totalizando 43 erros, dentre os quais omissão, velocidade de infusão, via, dose, diluição e horário. Durante a coleta de dados, foram identificados 100 fatores que poderiam causar distrações da enfermagem predispondo seu erro: telefone fixo da instituição ou celular tocando, interrupção por outros profissionais, mudanças não padronizadas de prescrições médicas, sobreposição de diferentes tarefas pelo mesmo profissional nos horários padronizados para medicação e ausência de planejamento formal da assistência. Embora 21% dos erros de medicação relacionados ao preparo e à administração de medicamentos em horário errado tenham sido induzidos pelo evento que causa distração "mudanças não padronizadas de prescrições médicas", não houve correlação significativa entre os erros identificados e os fatores que poderiam conduzir à distração. Portanto pode-se inferir que, na condição estudada, não existe relação direta entre os possíveis fatores que causam distração e os erros relacionados ao preparo e à administração de medicamentos.

Palavras-chave Equipe de Enfermagem; Erros de Medicação; Gerência

This research intended to exam the theory that distraction, during the preparation and administration of medication, can lead to errors. Direct and non-participant observations of the medication process (performed by nursing team in all nursing shifts) were carried out in the Intensive Care Unit of a philanthropic hospital. During observation stage 136 drugs were administered totaling 43 mistakes, namely: dose omission, infusion speed, duct, dose, dilution and schedule. During data collection 100 factors causing the nurses' distraction and that could lead to errors were identified: telephone or mobile phone ringing; interruption by other professionals; non-standardized changes of medical prescriptions; overlapping job tasks in standardized medication times; and lack of formal care planning. Although 21% of the errors related to the wrong preparation and administration times of medication were caused by the distracting event "non-standardized changes of medical prescriptions", there was not a significant correlation between the identified errors and the factors that could lead to distraction. Therefore it can be inferred that there is no direct link between the possible distracting factors and the errors related to the preparation and to the administration of medication.

Keywords Nursing Team; Medication Errors; Management

9 - O cuidado perioperatório ao paciente ortopédico sob o olhar da equipe de enfermagem

Perioperatory care of the orthopaedic patient from the nursing team perspective

Jessica Mayumi Hayashi; Mara Lúcia Garanhani

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):208-216, Abr/Jun, 2012

Estudo qualitativo-descritivo cujo objetivo foi revelar o significado do cuidado perioperatório para a equipe de enfermagem desenvolvida com pacientes ortopédicos de um hospital universitário. A coleta de dados foi por meio de entrevistas semiestruturadas, gravadas, totalizando 15 entrevistados, 6 enfermeiros e 9 técnicos de enfermagem. A análise apoiou-se nos procedimentos adotados por Martins e Bicudo, o que possibilitou a formulação de quatro categorias temáticas: 1. Necessidades de cuidado do paciente ortopédico; 2. Cuidado ao paciente ortopédico; 3. Significado do cuidado; e 4. Autocuidado praticado pela equipe de enfermagem. Os resultados demonstraram a valorização das necessidades individuais dos pacientes, nos âmbitos biológico, psicológico, social e espiritual. Os entrevistados refletiram sobre o significado polissêmico da palavra "cuidado", por meio do silêncio e dúvidas, e expressaram significados como zelo, atenção, preocupação e oferecimento de ajuda ao outro. Eles consideraram a importância do autocuidado na própria vida, pois acreditam que primeiramente é necessário o cuidado de si para que possam realizar o cuidado do outro.

Palavras-chave Cuidados de Enfermagem; Enfermagem Perioperatória; Enfermagem Ortopédica

Qualitative and descriptive study aimed to reveal the meaning of the orthopaedic patients' perioperative care developed by the nursing staff of a university hospital. Data was collected through recorded semi-structured interviews totalling 15 respondents, six nurses and nine nursing technicians. The analysis was supported in the procedures adopted by Martins and Bicudo and enabled the development of four thematic categories: 1) orthopaedic patient caring needs; 2) orthopaedic patient care; 3) meaning of care, 4) the self-care practiced by nursing staff. The results demonstrated appreciation of individual needs of patients at a biological, psychological, social, and spiritual level. Respondents reflected on the meaning of the polysemic word "care" through silence and doubt, and expressed meanings such as zeal, attention, concern and offering help to others. They considered the importance of self-care in their own lives for they believe it is necessary to know how to care for themselves first before caring for others.

Keywords Nursing Care; Perioperative Nursing; Orthopaedic Nursing

10 - Vivências perante a morte: representações sociais de familiares de pacientes fora de possibilidades de cura

Experiences on facing death: social representations of relatives of patients that have no possibility of a cure

Moema da Silva Borges; Nayara Mendes

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):217-224, Abr/Jun, 2012

O objetivo com esta pesquisa foi conhecer as representações sociais de familiares de pacientes fora de possibilidades de cura. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa de natureza exploratório-descritiva. Participaram da pesquisa cinco familiares com idade entre 19 e 45 anos. Utilizou-se a técnica de entrevista guiada, com roteiro semiestruturado. O campo de estudo foi um hospital-escola no Distrito Federal. Da análise das entrevistas, emergiram dois eixos distintos. No primeiro, foi possível apreender o arcabouço psicossocial que forja as representações sobre o processo da morte e do morrer. No segundo eixo, verificou-se que os familiares avaliam o cuidado recebido como humanizado ou desumanizado, dependendo da atitude do profissional e das condições físicas e materiais da instituição. De forma geral, os resultados sinalizam a fragilidade do grupo familiar diante de um acontecimento doloroso. Eles reclamam da ausência de apoio da equipe de saúde, de uma comunicação efetiva que poderia fortalecer os vínculos que favorecem a emergência de mecanismos de adaptação no auxilio ao enfrentamento da doença e luto, podendo-se concluir, portanto, que os profissionais de saúde não estão preparados para atender às necessidades desse tipo de paciente.

Palavras-chave Humanização da Assistência; Estresse Psicológico; Assistência Paliativa; Educação em Enfermagem

This study aimed at determining the social representations of relatives of patients that have no possibility of a cure. It is a descriptive and exploratory study with a qualitative approach. Five family members, aged between 19 and 45 years, participated in the survey. Data was collected through guided, semi-structured interviews. The field study was a hospital school in the Federal District. Two distinct lines emerged from the analysis of the interviews: a) the psychosocial framework that forges the representations concerning the process of death and dying; and b) the relatives' health care evaluation as humanized or dehumanized, depending on the attitude of the professional and on the institution's physical and material conditions. The results revealed the weaknesses of a family group in the face ofa painful event. The patients' relatives complained about the lack of support from the healthcare team. According to them an effective communication approach could strengthen links that encourage the emergence of mechanisms of adaptation to confront disease and grief. The study revealed that health professionals are not prepared to attend to the needs of this kind of patient.

Keywords Humanization of Care; Psychological Stress; Palliative Care; Nursing Education

11 - Acolhimento com classificação de risco na Atenção Primária: percepção dos profissionais de enfermagem

Nurses' perception on hospital welcoming classified as Primary Health Care risk

Paloma Morais Silva; Kelly Pereira Barros; Heloísa de Carvalho Torres

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):225-231, Abr/Jun, 2012

Trata-se de estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, realizado em uma Unidade Básica de Saúde, cujo objetivo foi analisar a percepção dos enfermeiros em relação à classificação de risco na Atenção Primária à Saúde em Belo Horizonte-MG. Foram realizadas oficinas com os enfermeiros da unidade abordando temas inerentes ao acolhimento e à classificação de risco e posteriormente entrevistas com roteiro semiestruturado. Os dados foram analisados pela técnica de Análise de Conteúdo, possibilitando a identificação de três categorias empíricas: Capacitação dos profissionais de saúde sobre classificação de risco; A implantação da classificação de risco na atenção primária; Desafios para a implantação da classificação de risco na atenção primária. Verificou-se que os enfermeiros reconhecem a classificação de risco como uma ferramenta para sistematizar o atendimento, permitindo a avaliação dos usuários de acordo com o agravo à saúde, não levando em consideração a ordem de chegada na unidade de saúde. Apontaram que serão encontrados facilitadores e dificultadores para a implantação da classificação de risco. Concluiu-se que a proposta de trabalhar com o tema classificação de risco no acolhimento na atenção primária por meio de oficinas educativas favoreceu a troca de conhecimentos entre os profissionais de enfermagem, além de contribuir para atualização, conscientização e motivação dos profissionais para o atendimento. A modalidade de oficina foi considerada uma estratégia pedagógica, de fácil compreensão, interativa, lúdica e motivadora pelas equipes de enfermagem.

Palavras-chave Capacitação; Acolhimento; Classificação; Enfermagem; Atenção Primária à Saúde

This is a descriptive and exploratory study using a qualitative approach carried out in a Basic Health Unit. Its goal was to analyze the nurses' perception on risk classification in the Primary Health Care in Belo Horizonte-MG. Workshops were held with the unit nurses approaching topics inherent to hospital welcoming and risk classification, followed by semi-structured interviews. Data were analyzed using Content Analysis which allowed the identification of three empirical categories: training of health professionals on risk classification; the implementation of risk classification in primary care; challenges to the implementation of risk classification in primary care. The study revealed that the nurses acknowledge risk classification as a tool for the systematization of nursing care as it allows the patients' evaluation according to a health problem, not taking into consideration the time of arrival at the clinic. According to the nurses the implementation of risk classification system will meet support as well as opposition. The study concludes that tackling such issue in the primary health care sector through workshops enabled the exchange of information among nurses. It contributed as well to the professional updating, conscientization, and staff motivation. The type of workshop was considered, by the nursing staff, as a pedagogical strategy, easily understood, interactive, playful and motivating.

Keywords Training; Welcoming; Classification; Nursing; Primary Health Care

12 - Perfil socioeconômico e de saúde dos trabalhadores de enfermagem da policlínica Piquet Carneiro

Socio-economic and health profile of the nursing staff of the Piquet Carneiro polyclinic

Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza; Luana dos Santos Cunha; Ariane da Silva Pires; Francisco Gleidson de Azevedo Gonçalves; Liana Viana Ribeiro; Suelen da Silva Lourenço Felippe Silva

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):232-240, Abr/Jun, 2012

Os objetivos com este estudo foram identificar o perfil socioeconômico e de saúde dos trabalhadores de enfermagem da Policlínica Piquet Carneiro (PPC) e analisar, com base nesse perfil, determinantes e condicionantes de agravos a saúde dos trabalhadores. Trata-se de pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa, cuja amostra foi composta por 50 trabalhadores de enfermagem. O instrumento foi um questionário, no qual as respostas tiveram uma análise frequencial e percentual. Os resultados revelaram que há determinantes no perfil desses trabalhadores que podem levar a agravos à saúde: o hábito do tabagismo; a jornada de trabalho elevada; a alimentação inadequada quando os trabalhadores substituem a refeição principal por um lanche rápido; os baixos salários, que limitam a possibilidade de lazer, de acesso à educação continuada ou outros serviços relevantes ao bem-estar do ser humano. O estudo possibilitou estabelecer alguns nexos causais entre as condições de trabalho e as possíveis afecções à saúde dessa clientela.

Palavras-chave Trabalho; Saúde; Enfermagem; Saúde do Trabalhador

The present study aimed at identifying the socio-economic and health profile of the Piquet Carneiro Polyclinic (in Portuguese, PPC) nursing staff. Based on the obtained profile, the study analyzed determinants and constraints of those professionals' health. It is a descriptive research with a quantitative approach. Sample comprised of 50 nurses. The instrument was a questionnaire which responses were analyzed using frequencies and percentages. The results revealed there are determinants in workers' profile that can cause health problems: smoking habit; long working hours; inadequate diet because workers replace a balanced meal for a quick snack; low wages that limit leisure times, the access to continuing education or other services relevant to their welfare.The study helped to establish causal links between work conditions and the nurses' health conditions.

Keywords Work; Health; Nursing; Occupational Health

13 - Sentidos da dor do parto normal na perspectiva e vivência de um grupo de mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde

Meaning of pain in a normal delivery in the perspective and experience of a group of women treated at the Unified Health System

Nilza Alves Marques Almeida; Marcelo Medeiros; Marta Rovery de Souza

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):241-250, Abr/Jun, 2012

Estudo descritivo com abordagem qualitativa, cujo objetivo foi compreender os sentidos da dor do parto normal, construídos por um grupo de mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidas em uma maternidade pública de Goiânia-GO, Brasil, com base em suas perspectivas durante a primeira gestação e de suas vivências de dor no primeiro parto. Primigestas voluntárias foram entrevistadas, antes e após o parto normal, com perguntas norteadoras sobre a temática da dor do parto normal. As falas foram analisadas pelo Método de Interpretação de Sentidos. As dez participantes estavam na faixa etária entre 18 e 31 anos, pré-natal completo e evolução normal da gravidez e do parto. Da análise das falas emergiram as categorias temáticas: Construindo os sentidos da dor do parto normal a partir das perspectivas de dor no período pré-natal e Construindo os sentidos da dor do parto normal a partir da vivência parturitiva institucionalizada. No período pré-natal, foram construídos sentidos ambíguos da dor, ora como fenômeno natural inerente ao parto, ora como fenômeno de sofrimento para a mulher, conforme retratado no meio sociocultural e na assistência pré-natal. Baseando-se na vivência parturitiva, como protagonista do parto, a maioria construiu sentidos de dor como fenômeno inerente ao parto natural e de domínio feminino. Esses resultados configuram relevante instrumento para os profissionais da saúde, no sentido de planejar ações educativas no pré-natal e estratégias de manejo da dor que promovam conforto e satisfação às parturientes, na perspectiva de assistência obstétrica humanizada, preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Palavras-chave Dor do Parto; Parto Normal; Pré-Natal; Enfermagem obstétrica; Saúde da Mulher

This is a qualitative and descriptive study that aims at understanding the meaning of pain in normal delivery for parturients treated at a public maternity hospital in Goiânia, Goiás, Brazil. The study considered their perspectives during the first pregnancy and their experiences of pain during labour. Voluntary primigravida women were interviewed before and after their normal delivery. The questions' topic was normal delivery. The women's responses were analyzed by the Interpretation of Meaning methodology. The participants were aged between 18 to 31 years old, with a full antenatal assessment, and a normal pregnancy development and delivery. From the analysis of their discourses the following thematic categories emerged: "the meaning of pain during a normal delivery from their expectations during antenatal" and "the meaning of pain in a normal delivery from an institutionalized delivery experience". The meaning of pain constructed during antenatal period was understood either as a natural phenomenon inherent to childbirth or as a source of suffering. Based on their experiences as delivery protagonists the majority developed a meaning of pain as a phenomenon inherent to a natural delivery and a women's domain. These results constitute important tool for health professionals in the planning of antenatal educational activities and strategies for the monitoring and management of pain. Such activities should promote the women's comfort and satisfaction according to a humanized obstetrics perspective as recommended by the World Health Organization.

14 - Autonomia profissional e sistematização da assistência de enfermagem: percepção de enfermeiros

Professional autonomy and nursing care systematization: the nurses' perception

Fernanda de Oliveira Florentino dos Santos; Juliana Helena Montezeli; Aida Maris Peres

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):251-257, Abr/Jun, 2012

O objetivo com esta pesquisa foi verificar a percepção dos enfermeiros sobre a autonomia profissional e a utilização da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) em uma instituição hospitalar. Trata-se de uma pesquisa qualitativa descritiva, cujos dados foram coletados por grupo focal, no segundo semestre de 2007, em um hospital privado de médio porte de Curitiba-PR, com 15 enfermeiros de unidades de internação e tratados pela análise temática. Emergiram três categorias: SAE como instrumento para conquistar autonomia; Questionamentos sobre SAE como instrumento para a autonomia; e Conhecimento e tomada de decisão para a autonomia. Os participantes consideraram o conhecimento propiciado pela SAE como impulso para concretizar a autonomia profissional. O estudo favorece reflexões para a atuação do enfermeiro de maneira mais empoderada e com maior visibilidade.

Palavras-chave Enfermagem, Prática profissional, Autonomia profissional, Planejamento de assistência ao paciente

This study aims at verifying nurses' perception of professional autonomy and the Systematization of Nursing Assistance (in Portuguese, SAE) in a hospital. It is a qualitative and descriptive research. Data was collected by a focus group in the second half of 2007 at a mid-sized private hospital in Curitiba-PR., and analyzed according to thematic analysis. Fifteen nurses working at inpatient units took part in the study. Three categories emerged: SAE as an instrument to reach autonomy; Queries on SAE as an instrument in order to reach autonomy; and Knowledge and decision making to attain autonomy. The participants considered the knowledge afforded by SAE as a motivation to achieve professional autonomy. The present study encourages reflections on the empowerment and more visibility of nursing actions.

Keywords Nursing; Professional Practice; Professional Autonomy; Patient Care Planning

15 - Percepção da equipe de enfermagem sobre a implementação do processo de enfermagem em uma unidade de um hospital universitário

Nursing staff's perception on the implementation of a nursing process at a university hospital unit

Célia Maria de Oliveira; Daclé Vilma Carvalho; Eline Rezende de Morais Peixoto; Lidyane do Valle Camelo; Márcia Eller Miranda Salviano

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):258-263, Abr/Jun, 2012

A "sistematização da assistência de enfermagem" (SAE) é uma ferramenta que fornece subsídios para a organização da assistência e a gerência do cuidado. Um dos grandes pilares da SAE é o "processo de enfermagem" (PE), um método que incorpora características da teoria de enfermagem utilizada pela instituição. O objetivo com este estudo foi identificar a percepção da equipe de enfermagem sobre a implantação do processo de enfermagem. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório realizado na Unidade de Internação de um hospital de Belo Horizonte. Os participantes do estudo descreveram a SAE como um instrumento que proporciona condições para a organização e a cientificidade da assistência, dentre outras. Foram identificados fatores facilitadores relacionados às características da unidade, ao perfil da equipe de enfermagem e ao modelo adotado. Como dificultadores foram apontados a sobrecarga de trabalho, os recursos humanos insuficientes e as características dos pacientes. A maioria avaliou sua participação na implantação da SAE como positiva, apesar das dificuldades relatadas para a concretização desse processo na prática. Quanto aos princípios da Teoria das Necessidades Humanas Básicas, modelo adotado na unidade, apenas dois deles foram citados. Os participantes destacaram a necessidade de educação permanente para a efetiva implantação da SAE.

Palavras-chave Assistência de Enfermagem; Equipe de Enfermagem; Avaliação; Enfermagem

Systematization of Nursing Assistance (in Portuguese, SAE) is a method that provides support for care organization and management. One of SAE's major principles is the Nursing Process (in Portuguese, PE), a method that incorporates features of the Nursing Theory employed by the institution. This study aimed at identifying the nursing staff's perception about the implementation of the Nursing Process. It is a descriptive and exploratory study performed in an Inpatient Unit of a hospital in Belo Horizonte. Participants in the study described the SAE as an instrument which provides conditions for care organization and scientificity. Facilitating factors were related to the unit's characteristics, the nursing staff's profile, and the adopted model. The hindering ones were work overload, insufficient human resources, and the patients' characteristics. Most nurses evaluated their participation as positive, despite the difficulties to the project's completion in practical terms. Only two principles of the Theory of Basic Human Needs, model adopted by the unit, were cited. The participants highlighted the need for permanent education for an effective implementation of the method.

Keywords Nursing Care; Nursing Team; Evaluation; Nursing

Revisão Teórica

16 - Política de regionalização da saúde: das normas operacionais ao Pacto pela Saúde

Politics of health's regionalization: from the transaction rules to the Pact for Health

Angela Maria Weizenmann Sauter; Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini; Águida Wichrowski Kopf

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):265-274, Abr/Jun, 2012

Revisão de literatura cujos objetivos são: caracterizar a trajetória do processo de descentralização e regionalização do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da legislação estruturante; conhecer as novas responsabilidades colocadas para os municípios na atual política de regionalização do SUS; e identificar dificuldades e desafios relatados na literatura, em relação às responsabilidades dos gestores municipais no processo de regionalização do SUS. A base de dados utilizada na busca de artigos foi o Scientific Eletronic Library Online (Scielo) e o material publicado pelo Ministério da Saúde do Brasil. Considerando o período de 2001 a 2009, foram encontrados oito artigos em que se abordava gestão ou regionalização. A análise de conteúdo temática permitiu identificar a existência de três temas, definidos a priori, abordando a descentralização e a regionalização. A análise dos artigos e da legislação vigente permitiu compreender os avanços na consolidação do SUS, mas também as dificuldades enfrentadas para constituir um sistema composto por serviços, em todos os níveis de assistência, que possa garantir a atenção integral à saúde da população, com acesso facilitado, maior equidade e resolutividade.

Palavras-chave Sistema Único de Saúde; Regionalização; Descentralização; Gestores de Saúde

This is a literature review that aims at identifying the trajectory of the decentralization process and regionalization of the Brazilian Unified Health System, (in Portuguese, SUS) through its structuring legislation; the new municipalities' responsibilities according to the SUS current regionalization policy; and the difficulties and challenges reported by specific literature on the responsibilities of local managers in the process of SUS regionalization. The Scientific Electronic Library Online (Scielo) database was used as well as material published by the Brazilian Health Department. Eight articles on management or regionalization, dating from 2001 to 2009, were found. Thematic content analysis identified three topics addressing decentralization and regionalization. Analyses of articles and current legislation enabled to understand the advances in the consolidation of the SUS as well as the difficulties faced for the construction of a health system that offers services encompassing all levels of care and that guarantee easy access to a comprehensive health care to the population, greater equity and resolvability.

Keywords Unified Health System; Regionalization; Decentralization; Health Managers

17 - Dispositivo intravascular periférico curto mais seguro para infusão de quimioterápicos antineoplásticos vesicantes: o que a literatura diz

A safer short peripheral intravascular device for infusion of vesicant antineoplastic chemotherapy: what the literature says

Cláudia Denísia de Brito; Elenice Dias Ribeiro de Paula Lima

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):275-279, Abr/Jun, 2012

Trata-se de uma revisão sistemática da literatura sobre a indicação do dispositivo intravenoso periférico curto que ofereça maior segurança ao paciente em tratamento quimioterápico. O objetivo é a prevenção da ocorrência de extravasamento, principalmente, de drogas antineoplásticas vesicantes. O extravasamento poderá tornar-se mais um agravante ao paciente oncológico que, geralmente já se encontra rodeado por efeitos colaterais decorrentes do tratamento. Foi observado que não há consenso entre os autores quanto a indicação do dispositivo mais seguro para tal finalidade e conclui-se que vários fatores devem ser considerados para a escolha do mesmo.

Palavras-chave Dispositivo Intravenoso Periférico; Extravasamento; Antineoplásicos Vesicantes

This is a systematic literature review about the indication of the short peripheral intravenous device that offers greater safety to patients undergoing chemotherapy. The objective is the prevention of extravasation, especially of vesicant antineoplastic drugs. The extravasation may become more problematic in cancer patients which, usually, have already been through the treatment side effects. It was observed that there is no consensus among authors on which is the safer catheter for the purpose. In conclusion several factors should be taken into consideration when selecting the appropriate device.

Keywords Intravascular Device; Vesicant Antineoplastic; Extravasation

18 - Avaliação dos serviços de assistência em saúde mental brasileiros: revisão integrativa da literatura

Assessment of mental health services in Brazil: an integrative literature review

Nathália dos Santos Silva; Juliana Macedo Melo; Elizabeth Esperidião

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):280-288, Abr/Jun, 2012

No Brasil, a atual Política Nacional de Saúde Mental, vigente desde 2001, visa atender os portadores de transtornos mentais, priorizando e estimulando a criação de rede de serviços de atenção à saúde mental substitutivos ao hospital, articulada com a atenção básica em saúde. Nesse contexto, a necessidade de um processo de avaliação tornou-se fundamental na perspectiva de superar modelos tradicionais de atenção à Saúde Mental e implementar ações de controle e participação da sociedade civil, na tentativa de garantir a qualidade da assistência, além de alcançar as metas do movimento da Reforma Psiquiátrica brasileira. O objetivo com este trabalho foi identificar nas publicações brasileiras os diferentes objetos de avaliação dos serviços de saúde mental no Brasil, por meio da revisão integrativa da literatura, na Biblioteca Virtual de Saúde. Os resultados mostram a alta prevalência de estudos realizados nas regiões Sudeste e Sul e maior número referente a 2008 e 2009. A maioria dos artigos analisados enfoca o processo de trabalho e da assistência oferecida nos serviços de saúde mental. Nas avaliações relatam-se questões referentes à inadequação de área física, grande demanda de usuários, falta de recursos humanos, materiais e financeiros e a necessidade de formação e capacitação de profissionais para atuarem na área. Concluiu-se que a institucionalização da avaliação é emergente e que faltam investimentos em processos avaliativos dos serviços de assistência em saúde mental pelos pesquisadores brasileiros.

Palavras-chave Serviços de Saúde; Saúde Mental; Avaliação em Saúde

In Brazil, the current National Mental Health Policy, in effect since 2001, aims at caring for patients with mental disorders prioritizing and stimulating the creation of a network of mental health care that, combined with primary health care, replaces the hospital. In this context, the need for an evaluation process is essential to change traditional mental health care models and implement control measures and participation of civil society to ensure the quality of care and to achieve the goals of the Brazilian Psychiatric Reform. The present study aims at identifying the different evaluation objects of the Brazilian mental health service, through an integrative literature review of Brazilian publications in the Virtual Health Library. The results showed the high number of studies carried out between 2008 and 2009 prevalently in the southern and southeast regions. Most reviewed articles focused on the work and care processes in mental health services. The evaluations highlighted issues regarding the inadequacy of the facilities, the great demand, and the lack of human, material and financial resources, as well as the need for education and training of specialists in the area. The study concluded that the institutionalization of the evaluation is emerging and that investment in the evaluation processes of mental health care is scarce.

Keywords Health Evaluation; Mental Health; Health Services

Artigo Reflexivo

19 - Práticas integrativas e o empoderamento da enfermagem

Integrative practices and nursing empowerment

Viviane Peixoto dos Santos Pennafort; Consuelo Helena Aires de Freitas; Maria Salete Bessa Jorge; Maria Veraci Oliveira Queiroz; Clayre Anne de Araújo Aguiar

REME - Rev Min Enferm.; 16(2):289-295, Abr/Jun, 2012

Estudo teórico-reflexivo, construído com base na leitura crítica da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), no Sistema Único de Saúde (SUS), e na necessidade de discutir a formação do enfermeiro nessa perspectiva. O objetivo foi analisar a possibilidade do empoderamento da enfermagem à proposta de inserção das práticas integralizantes no ato de cuidar em enfermagem. Realizou-se uma pesquisa exploratória e sistemática em livros e documentos em formato eletrônico, com a utilização dos descritores em ciências da saúde, da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Foram utilizados 28 trabalhos relevantes, disponibilizados na íntegra e publicados nos últimos dez anos. As pesquisas demonstraram que o desconhecimento dos enfermeiros em relação à legislação e a falta de capacitação específica são limitações para a atuação profissional nessa área. Dessa forma, será preciso, ainda, incluir na graduação disciplinas teórico-práticas de terapias alternativas, e, quando egressos, os enfermeiros devem procurar pós-graduações na área.

Palavras-chave Terapias Complementares; Terapias Alternativas; Cuidado Centrado no Paciente; Pesquisa em Enfermagem

Theoretical and reflective study based on a critical reading of the National Policy on Integrative and Complementary Practices (in Portuguese, PNPIC) in the Brazilian Unified Health System (in Portuguese, SUS) and on the need for discussing nursing education in this perspective. The objective was to analyze the possibility of nursing empowerment and the proposal of inserting integrative practices in nursing care. An exploratory and systematic research in books and documents in electronic format was carried out, using descriptors in health sciences, at the Virtual Health Library (BVS). Twenty-eight relevant and unabridged studies published in the last ten years were used. The studies demonstrated nurses were unfamiliar with the legislation and lacked specific training and that such limitations hinder professional performance in the area. The inclusion in undergraduate courses of theoretical and practical courses on alternative therapies is necessary. Graduate nurses should seek postgraduate training in the area.

Keywords Complementary Therapies; Alternative Therapies; Patient-Centered Care; Nursing Research

Logo REME

Logo CC BY
Todo o conteúdo da revista
está licenciado pela Creative
Commons Licence CC BY 4.0

GN1 - Sistemas e Publicações